Uma descrição não descritiva!

Existe algo mais clichê do que ter um blog próprio nos dias que correm? Sérios adversários ocorrem-me neste momento. Talvez palavras recém-aprendidas por sujeitos que são exaustivamente implementadas nos seus eloquentes discursos. Os jornalistas, quando falam sobre a ciência social que é a economia, com:
´economias de escala´ ou ´é a lei da procura e da oferta´. Os drogados com ´derivado´. A resposta de ´- É a crise!´, a todos os desagradáveis fenómenos. Mas, de facto, nenhuma destas parecia competir dignamente com a primeira.
O porquê, então.
Tinha tido uma outra ideia de plataforma, na rede mais abrangente do mundo, mas como os universitários com quem eu precisaria de “trabalhar”, só vão ter tempo quando estiverem a contar facturas das 08:00 às 21:00 nas consultoras, tive de navegar noutra direcção, mesmo que menos interessante, e aproveitar alguns textos que vou fazendo e algumas ideias que me vão aparecendo.
Vão aparecer frases sentimentais em inglês?
Não, e eu peço desculpa mas é “derivado da situação” de eu já não ser uma miúda de 13 anos com tendências mentais negativas!
FARTURA EXPOSTA
Advertisements

Não hesita!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: